Dance

NÃO É PROSTITUTA

Donna Summer - Bad GirlsEm maio de 1979, Donna Summer lançou o álbum Bad Girls. Mas a faixa-título havia sido criada dois anos antes por ela, seu marido Bruce Sudano e por integrantes da banda Brooklyn Dreams.

A música surgiu quando Nellie Presswood, sua secretária, foi abordada pela polícia quando caminhava pela Sunset Boulevard, em Los Angeles. Nellie foi confundida com uma prostituta.

Ao saber do incidente, Donna Summer ficou revoltada e, ao chegar ao estúdio, começou a escrever a letra da música. Pediu à sua banda um solo de guitarra e logo a canção estava pronta.

Donna mostrou a música para o chefe da gravadora. Ele achou “muito rock & roll” para ela. A gravação ficou esquecida nos arquivos durante dois anos até ser encontrada por um engenheiro de estúdio, que pediu a Giorgio Moroder para produzi-la. A música ganhou arranjos que acentuaram a letra impetuosa.

O disco, lançado pela Casablanca Records, foi produzido por Giorgio Moroder e Pete Bellotte. Vendeu mais de 2 milhões de cópias e chegou ao 1º lugar na parada R&B da Billboard. Destaques também para as faixas “Hot Stuff” e “Dim All The Lights”.

ANOS 70 DE VOLTA COM O GRUPO BONEY M

Boney M. Sucesso na época das discotecasO grupo Boney M, que surgiu em 1976 e atingiu o auge de popularidade na época das discotecas, voltou a fazer sucesso. Desta vez na Cisjordânia.

O grupo se apresentou em um festival para chamar a atenção para os conflitos entre árabes e israelenses. Da formação original, apenas Maizie Williams permaneceu.

Entre os sucessos do Boney M estão “Daddy Cool”, “Ma Baker”, “Rasputin”, “Rivers of Babylon”, “Sunny” e “Gotta Go Home”. O grupo ganhou 15 discos de ouro e 18 de platina.

Maizie Williams disse que é uma bênção ter no público os filhos e os netos dos fãs dos anos 70. No show, apenas “Rivers of Babylon” ficou ausente, a pedido dos organizadores porque a música, segundo eles, fala do sionismo.

Com informações do G1