SÉRIE MÚSICAS EM DUPLA

XanaduA série Músicas em Dupla agora destaca Olivia Newton-John em três momentos.

Na trilha sonora do filme Xanadu, lançado em 1980, Olivia e o também britânico Cliff Richard nos brindaram com “Suddenly”, belíssimo tema romântico de grande sucesso, sendo uma das melhores músicas do gênero nos anos 80.

Na mesma trilha sonora, Olivia Newton-John gravou a faixa-título do filme junto com a Electric Light Orchestra. Música de altíssimo astral e literalmente eletrizante.

Ainda em 1980, ela voltou a fazer par romântico no último disco lançado por Andy Gibb, chamado After Dark. A música em questão é a lentinha “I Can’t Help It”, não muito conhecida por aqui mas que chegou ao oitavo lugar na parada pop da Billboard. Essa também não pode faltar numa seleção de músicas lentas.

VIDEO KILLED THE RADIO STARS

The BugglesThe Buggles foi uma dupla formada na Inglaterra em 1979 por Trevor Horn e Geoff Downes. Logo no primeiro single, “Video Killed The Radio Star”, chegaram ao primeiro lugar.

Com essa música, estavam sendo mais do que irônicos. Na verdade, estavam prevendo o que infelizmente estava pra acontecer: os video-clips teriam mais importância do que as próprias músicas que surgiriam nos anos seguintes. Diga-se de passagem, o clip de “Video Killed The Radio Star” foi o primeiro a ser exibido na inauguração da MTV americana. Realmente foram proféticos.

Alguns trechos dessa música se parecem com vinhetas de rádio. Pode ser considerada uma das precurssoras da New Wave. The Buggles não entra na lista dos “One-Hit-Wonders” porque na Inglaterra fizeram sucesso com outras canções.

A dupla se desfez em 1980, mesmo ano em que Trevor Horn e Geoff Downes substituíram Rick Wakeman e Jon Anderson na banda Yes, para a gravação do álbum Drama. Com o fim do Yes, Horn criou sua própria gravadora, produzindo bandas como ABC e Frankie Goes To Hollywood; Downes se junto à banda Asia.

HAMILTON, JOE FRANK & REYNOLDS – SOM DOS ANOS 70

Hamilton, Joe Frank & Reynolds - som dos anos 70O trio formado por Dan Hamilton, Joe Frank e Tommy Reynolds surgiu em 1970 e imediatamente emplacou uma música pouco conhecida por aqui, mas que chegou ao quarto lugar na parada americana. Essa música foi “Don’t Pull Your Love”. Como os discos seguintes não fizeram sucesso, Tommy Reynolds decidiu sair em 1973. Ainda assim o nome do trio não foi trocado, permancendo como Hamilton, Joe Frank & Reynolds, evitando que ficassem desconhecidos. Um caso inusitado na história da música pop.

Em 1975 o grupo, que agora contava com a participação de Alan Dennison no lugar de Reynolds, lançou o excelente álbum Fallin’ In Love. A faixa-título disparou para o primeiro lugar e tornou-se um clássico pop dos anos 70. “Fallin’ in Love” é uma das mais belas canções da década, e ao longo do tempo ganhou várias regravações, como a versão dançante do grupo La Bouche em 1996.

Outra música deste álbum que merece nota 10 é “Winners And Losers”, que chegou ao quinto lugar na parada em 1976. Essa música fez parte da trilha sonora internacional da primeira versão da novela Anjo Mal, da Rede Globo.

Acima vemos um dos saudosos compactos simples lançados pela Tapecar, trazendo “Fallin’ in Love” no lado A. Bons tempos!

QUEM GOSTA DE DOLLAR?

DollarDollar foi uma dupla britânica formada pelo casal David Van Day e Thereza Bazar. Apesar de pouco conhecidos por aqui, venderam cerca de 10 milhões de cópias na Inglaterra. Dá pra se ter uma idéia da popularidade deles por lá.

No Brasil, duas músicas do álbum Shooting Stars, lançado em 1979 agradaram bastante, sendo “caçadas” até hoje: a lentinha “I Need Your Love” e, principalmente, “Who Are You With In The Moonlight”. Sempre foi difícil conseguir este LP, mesmo na época.

Durante os anos 80, a dupla lançou alguns singles. Um deles trazia uma regravação de “O L’Amour” do Erasure, que fez sucesso nas pistas londrinas.

Sem conseguir manter o sucesso, a dupla terminou em 1988.

Vale a pena a coletânea do Dollar em CD. Ela também trás um cover de “I Wanna Hold Your Hand” dos Beatles, gravada pela dupla em 1979. Mas, sem trocadilho, essa coletânea custa alguns dólares, já que é importada.

Na imagem acima, recordamos o compacto distribuído pela Top Tape também em 1979, trazendo “Who Are You With In The Moonlight” no lado A.

“BASIA-NOVA”

BasiaA cantora polonesa Basia ( que significa Bárbara ) foi um dos bons nomes da música pop dos anos 80. Durante um tempo ela fez parte da banda Matt Bianco. A partir de 1987, seguiu carreira solo, fazendo uma ótima mistura de pop, jazz e bossa-nova. O refinamento dos arranjos e a qualidade da produção de suas músicas são nota 10. Sua inspiração na bossa-nova é evidente. Ela chegou inclusive a ser chamada de “Basia-Nova”.

Logo no primeiro álbum, Time and Tide, ela agradou em cheio tanto na europa como nos Estados Unidos, onde ganhou disco de platina. Em 1990, Basia lançou London Warsaw New York, disco que fez o mesmo sucesso que o anterior.

Já o disco de 1994, Sweetest Illusion, não teve o mesmo êxito. Mas tudo bem, Basia já havia nos brindado com ótimas músicas. É um dos melhores nomes do público adulto-contemporâneo e deveria tocar mais nas rádios especializadas nesse seguimento. Suas coletâneas valem a pena.

Músicas de Basia que não podem faltar:

– Cruising For Bruising
– Cruising For Bruising ( versão extended )
– New Day for You
– New Day for You ( versão extended )
– Miles Away
– Promises
– Brave New Hope
– Best Friends
– Time And Tide
– Drunk On Love

Translate »